Funidelia

A mais completa colecção de fatos relacionados com Star Wars em www.funidelia.pt

A Clone TV nas XIII JORNADAS Y EXPOSICIÓN HOLORED ESTELAR SEVILLA (2016)

A Clone TV voltou à cidade de Sevilha, no passado dia 15 de Outubro de 2016, para mais uma visita às Jornadas y Exposición HoloRed Estelar Sevilla.

Entrevista a David M. Santana, um stormtrooper recrutado entre os "nuestros hermanos"

Com regresso marcado em Rogue One e por ocasião da sua visita a Sevilha para participar nas JEHES XIII, a Clone TV esteve à conversa com o actor para saber mais sobre a sua experiência nos estúdios Pinewood e a sua carreira.

Super Star Wars

Vê aqui os vídeos de gaming dedicados ao clássico Super Star Wars (SNES) jogados pelo Mário Cunha da Clone TV.

Rogue One: Uma História Star Wars

Consulta aqui as mais recentes notícias sobre o filme Rogue One: Uma História Star Wars que irá estrear no próximo dia 15 de Dezembro de 2016.

sábado, 28 de novembro de 2015

A Força do Natal despertou!


Já é (quase) Natal! Começa a ser hora de montar a árvore, colocar a grinalda na porta e luzes na janela! E, se vocês ainda não enfeitaram a vossa casa, fica aqui uma dica incrível de decoração!

Para quê ter enfeites de Natal comuns, com o Pai Natal, presépio, bolas e lâmpadas em forma de estrela, se podemos ter um sabre de luz gigante - e luminoso - na nossa varanda ou quintal? 

O responsável por montar a arma Jedi foi Bob Clagett, conhecido por ensinar a fazer itens com objectos caseiros no site ILikeToMakeStuff. Contratado por uma empresa para fazer um display natalício inspirado em Star Wars, Clagett fez um vídeo a explicar como montar o sabre gigante. Assistam:

Posters Retro de Star Wars: O Despertar da Força

A expectativa sobre o lançamento de Star Wars: O Despertar da Força só aumenta - o que não impede a Disney de continuar promover o filme de maneiras criativas.

Esses posteres retro que partilhamos em baixo servem como uma espécie de viagem no tempo e recriam o estilo do material promocional usado para divulgar a chegada de Star Wars: Episódio IV - Uma Nova Esperança há 38 anos, em 1977.

Cliquem nas imagens a seguir para ver versões em alta resolução:




Fonte: br.ign.com

[RUMOR] Lucasfilm pede a grupos de costuming que deixem armas em casa nas exibições de Star Wars: O Despertar da Força.

Segundo rumores, e numa medida de precaução, a Lucasfilm terá, alegadamente, falado com grupos de cosplay dizendo-lhes que todas as réplicas de blasters serão banidas das exibições de Star Wars: O Despertar da Força.

O site Furious Fanboys diz que grupos como a 501st Legion e a Rebel Legion foram contactados pela Lucasfilm e aconselhados a não levarem armas falsas, numa medida de precaução. De acordo com algumas informações disponíveis na internet o "ban" das armas deverá ser apenas temporário, sendo uma medida de precaução que tem também em conta o estado de alerta que se vive hoje em todo o mundo.

Esta medida vem no seguimento de outras de igual teor promovidas pelas próprias salas de cinema que estão a tomar precauções para evitar uma tragédia semelhante à que aconteceu em Aurora, durante a estreia do filme "The Dark Knight Rises". Muitas salas já informaram por isso que haveria uma proibição de armas e máscaras imposta a quem fosse às salas de cinema.

O que acham desta medida?

Star Wars: O Despertar da Força chega a Disney Infinity 3.0


A Disney lançou um novo trailer para o Play Set de Star Wars: O Despertar da Força, que será lançado para Disney Ininity 3.0 a 18 de Dezembro. As duas figuras e personagens que vão acompanhar o Play Set são Finn e Rey, que também serão os protagonistas do novo filme. Podem espreitar o novo trailer em baixo, e contar com mais novidades de Disney Infinity 3.0 em breve.

Mads Mikkelsen fala sobre a sua participação em Rogue One.

Durante esta semana, a equipa do site IGN esteve à conversa com o actor Mads Mikkelsen a propósito do lançamento da terceira temporada da série Hannibal em Blu-ray e DVD. No final da conversa, Mikkelsen não se rogou a responder a uma pergunta sobre Rogue One: A Star Wars Story, confidenciando qual era a sensação de juntar-se a um universo da dimensão de Star Wars. Vejam aqui a transcrição dessa conversa, feita pelo site IGN Portugal:

IGN: Não vou sequer tentar perguntar-lhe nada relacionado com o enredo de Rogue One, mas a julgar pelas imagens minimalistas que vimos até agora, o filme parece algo diferente do que tradicionalmente esperamos de um Star Wars. Acha que vão optar por uma direção diferente, no que diz respeito ao tom?

Mikkelsen: Acredito que isso é verdadeiro, até certo ponto. Continua a ser o universo Star Wars, mas existe... Pode também ter uma pitada da abordagem pessoal de Gareth [Edwards]. E deve ser assim, certo? Amanhã vais encontrar-me morto num rio por ter dito isso.


IGN: [Risos] Não é surreal perceber que estás em Star Wars, considerando a dimensão da propriedade?

Mikkelsen: É gigantesco de facto, mas Hannibal e Bond também são. A questão é, não temos o objetivo de mudar o "espírito" da saga. Eu encaro-o como trabalho. Concentro-me no personagem e começamos a trabalhar.
Estamos conscientes de que se trata do universo Star Wars. Nós sabemos. Mas não podemos usar esse chapéu permanentemente. Temos de nos concentrar em cada cena individualmente. Acho que é um daqueles casos em que só te "cai a ficha" mais tarde, quando vais ver o filme. É diferente ao longo do processo.

IGN: Estás ocupado em várias frentes. Também vais entrar no mundo da Marvel, um universo muito denso e estabelecido. Existe uma curva de aprendizagem ou estás só a divertir-te a trabalhar com um grupo tão consagrado de actores?

Mikkelsen: Ainda não filmei nada. Tenho passado o meu tempo em ensaios e assim. Essa é provavelmente a razão de me veres a boiar no rio amanhã - por dizer estas coisas.

IGN: [Risos] Bem, não quero que isso aconteça!

Mikkelsen: Não. Vamos cruzar os dedos e esperar que tudo corra bem.

Fonte: pt.ign.com

Ameaça Fantasma poderia ter tido Steven Spielberg ou Robert Zemeckis na realização!


George Lucas, o criador da saga Star Wars, hesitou em dirigir Star Wars: Episódio I – A Ameaça Fantasma (1999).

Em entrevista ao podcast Happy Sad Confused, o cineasta Ron Howard revelou que a princípio Lucas não pensava em retornar à realização do primeiro filme da segunda trilogia e que chegou a considerar três realizadores para substituí-lo no comando de "A Ameaça Fantasma".

“Ele não queria necessariamente realizar o filme. Ele disse-me que teve conversas com Robert Zemeckis, Steven Spielberg e eu. Eu fui o terceiro com quem ele falou. Todos os realizadores disseram-lhe a mesma coisa: ‘George, tu é que deves realizar o filme!’. Eu acredito que ninguém gostaria de suceder-lhe na altura. Seria uma honra, mas também uma coisa assustadora”, afirmou Howard.

Recentemente, George Lucas comparou os filmes de Star Wars a uma novela e ainda revelou que a Disney resolveu descartar suas ideias para o novo filme da saga, Star Wars: O Despertar da Força.

Star Wars: Episódio III – A Vingança dos Sith (2005) foi o último filme dirigido por George Lucas.

Próxima semana trará novidades de Luke Skywalker em Star Wars: O Despertar da Força

Parece que durante a próxima semana vamos obter finalmente as muito desejadas novidades sobre o papel de Luke Skywalker em Star Wars: O Despertar da Força! E a confirmação parece chegar da fonte mais oficial possível: do próprio realizador J.J. Abrams!

No fim do vídeo, que partilhamos aqui em baixo, o realizador agradece a todos os que participaram da campanha Force For Change (para ajudar instituições infantis do mundo todo). Já no final do vídeo Abrams questiona:

“E Mark Hamill?”.

Logo em seguida, surge uma mensagem que diz  “Continua na próxima semana.” Será que isso quer dizer que vamos finalmente poder ver material promocional de Star Wars: O Despertar da Força onde Luke Skywalker está presente?


Se assim for, vamos ficar bem atentos!

Waze quer guiá-lo com voz de C-3PO



A aplicação de navegação Waze introduziu a voz do robot C-3PO como opção para ajudar os utilizadores a navegar nas ruas da sua cidade.

A novidade relacionada com ‘Star Wars’ não fica por aqui, com a Waze a aproveitar também para promover as suas funcionalidades sociais. De acordo com a Time, os utilizadores poderão juntar-se à equipa do filme ‘The Force Awakens’ para ganharem pontos extra sempre que encontrarem um R2-D2 e um BB-8 no seu caminho.

Para mudar a voz standard da aplicação para o C-3PO os utilizadores de dispositivos Android e iOS terão aceder à seção das definições e trocar.

Descarreguem a aplicação para Android ou para iOS e comecem já a experimentar.

Stormtroopers surfistas apanham onda de maré no Rio Severn, em Inglaterra.

Aproveitando a última grande maré do ano no Rio Severn, um conjunto de Stormtroopers lá foram equipados a rigor curtir umas ondas bem longas. Na realidade, tratava-se de quatro fãs da saga, que está novamente a chegar ao grande ecrã.

O gosto pela saga e a ansiedade é tanta que estes quatro surfistas decidiram inovar, levando as personagens a surfar, naquilo que foi uma espécie de celebração. Algumas das cenas do novo filme da saga foram filmadas em Puzzlewood, na Floresta de Dean, que fica bem próximo de Gloucestershire, o que ajuda a perceber mais facilmente esta "loucura" local em torno da chegada do filme aos cinemas.

Esta "aventura" dos Stormtroopers na onda de maré do Rio Severn foi amplamente noticiada pela imprensa local e também nacional, ou não se tratasse de uma sessão de surf bem insólita. Como a sua pontaria deixa antever, alguns deles não conseguir evitar alguns wipeouts. A galeria de imagens pode ser vista aqui e há também um vídeo que partilhamos em baixo:



sexta-feira, 27 de novembro de 2015

Revista Lego Star Wars chega a Portugal.


Com uma tiragem mensal de 15 mil exemplares e 36 páginas, a revista vai trazer todos os meses uma peça LEGO Star Wars exclusiva, que apenas poderá ser conseguida com a revista.

É já a partir de hoje, 27 de Novembro, que a nova revista mensal LEGO Star Wars se vai estrear por cá, depois de já ser distribuída um pouco por toda a Europa (700 mil exemplares e 14 idiomas). Dirigida a um público dos 5 aos 12 anos, a publicação vai trazer passatempos, comics, fichas de personagens e de naves, posters e um espaço dedicado aos fãs, tanto da saga de George Lucas como das míticas peças de LEGO.

Com uma tiragem mensal de 15 mil exemplares, a revista LEGO Star Wars vai trazer um brinquedo de edição limitada em cada número, que apenas poderá ser obtido com esta publicação e que, «muito rapidamente passará a ser uma peça de coleccionador», sublinha a editora, a Bauer. O preço é de 3,99 euros.

Pode fazer aqui o download de um preview exclusivo da revista LEGO Star Wars em PDF.

Fonte: trendy.pt

quinta-feira, 26 de novembro de 2015

Portátil Edição Especial Star Wars™


A HP apresentou recentemente um computador portátil profundamente inspirado na Saga Star Wars, com especial destaque para as personagens do Lado Negro da Força do filme Star Wars: O Despertar da Força. Totalmente equipado e funcional, não existe outro portátil como este na galáxia. Com um design inspirado no Império Galático, um processador Intel ® Core™2 e uma grande colecção de raros conteúdos Star Wars, não é fácil resistir à tentação do lado negro da Força com este portátil que estará disponível a partir de dia 1 de Dezembro!


Envolvam-se totalmente no icónico universo Star Wars com este portátil que vem pré-carregado com raras imagens de fundo, protecções de ecrã, arte conceptual e storyboards da trilogia original dos arquivos de Star Wars™. 

Algumas das coisas que podem encontrar neste portátil:

Mais de 1100 imagens


Tira partido de quase 40 anos de história Star Wars com “arte conceptual” concebida por artistas da Lucasfilm antes dos filmes serem realizados, uma coleção de storyboards que foram utilizados para guiar as filmagens e fotos dos bastidores, desenhos dos cenários, guarda-roupa, modelos e muito mais.

Sons e imagens de fundo

Substitui as notificações standard do Windows pelos sons icónicos Star Wars, incluindo o do R2-D2 e dos sabres de luz. Escolhe entre coleções de imagens de fundo com o tema Star Wars, incluindo fotografia a preto e branco, naves, Tatooine e muito mais.

Tipo de letra Aurebesh

Escreve com se fosses um habitante de Coruscant. Aurebesh, o tipo de letra do idioma da Galáxia, está disponivel na biblioteca de tipos de letra do portátil Edição Especial Star Wars.

Conteúdos bónus

A primeira banda desenhada da série Star Wars da Marvel, excertos de livros digitais do Universo Star Wars e trailers dos filmes Star Wars, tudo está disponível no portátil Edição Especial Star Wars.



Funcionalidades adicionais


Windows 10 
O Windows 10 chegou. Faz grandes coisas de forma confiante, com a sensação de familiaridade do Windows, mas ainda melhor.

RAM

8GB de memória 

Faz mais com mais memória. Seja a jogar, a ver vídeos em alta definição ou a usar aplicações em multitarefa, o portátil edição especial Star Wars com 8Gb de memória acompanha o teu ritmo.

Armazenamento

Com 1TB de armazenamento, podes ter mais – mais música, mais vídeos, mais fotos. Podes armazenar mais de 1 milhão de fotos, 500 filmes ou mais de 240 000 músicas.

Placa gráfica

Placa gráfica NVIDIA GeForce 

Experimenta os teus jogos e filmes em toda a sua glória de alta definição, sem soluços e com a imagem vívida proporcionada pela placa gráfica NVIDIA GeForce.

Leitor de DVD

Drive de DVD regravável 

Vê filmes em DVD com a unidade ótica integrada e grava os teus próprios conteúdos multimédia. 

Portas

Repleto de portas 

Liga ecrãs, impressoras e outros equipamentos sem dificuldade.

Star Wars Collection com 77% de desconto!


O Pacote do Steam Star Wars Collection está agora disponível com um desconto de 77%, promoção que vigorará até ao dia 1 de Dezembro. Ao adquirir este pack estão a adquirir 14 jogos ligado à Saga Star Wars, entre os quais os famosos RPG's Knights of the Old Republic, Battlefront II ou os The Force Unleashed, entre outros. O preço total do pack é de 21,38€.


Informações do pacote:

Título: Star Wars Collection 
Idiomas : Inglês, Francês, Alemão, Italiano, Espanhol 
Os idiomas listados podem não estar disponíveis em todos os jogos do pacote. Consulta a página de cada jogo individualmente para mais detalhes.

quarta-feira, 25 de novembro de 2015

Música de Adele reconcilia duas personagens de "Star Wars"

A contagem decrescente entrou na recta final: falta menos de um mês para a estreia de "Star Wars: O Despertar da Força", que chega a Portugal a 17 de Dezembro. Quanto mais a data se aproxima, mais a expectativa aumenta, multiplicando-se as notícias sobre o projecto.

Na segunda-feira, 23 de novembro, o programa "Jimmy Kimmel Live!" foi inteiramente dedicado ao sétimo volume da saga, reunindo em estúdio os actores Carrie Fisher, Daisy Ridley, John Boyega e Adam Driver.

Ainda assim, o público – e os espectadores em casa – entraram verdadeiramente em delírio quando foi emitido um vídeo com mais duas personagens da história.

No sketch, anteriormente gravado, Jimmy Kimmel tenta convencer Chewbacca a não saltar do topo do edifício, onde este está prestes a acabar com a própria vida. É nesta altura que aparece Han Solo (ou Harrison Ford) que parece guardar muitos ressentimentos em relação ao seu antigo co-piloto e até o incentiva a atirar-se. 

No passado de ambos está uma suposta traição, com a mulher de Ford, por resolver.

Depois de recordados os "bons momentos", os dois acabam por fazer as pazes ao som de "Hello", o single do novo álbum de Adele que pôs milhares de fãs e dezenas de famosos a chorar.


O melhor da emissão especial do programa de Jimmy Kimmel foi mesmo o vídeo com mais de quatro minutos, uma vez que o realizador, J.J. Abrams, também presente, continua a recusar revelar qualquer detalhe sobre o novo "Star Wars".

Até agora, todos os membros da equipa têm feito o mesmo – e durante as filmagens os actores nem podiam levar o argumento para casa, à noite – e o suspense só terminará realmente nas salas de cinema, daqui a pouco mais de três semanas.

Fonte: www.nit.pt

Star Wars Battlefront terá mais conteúdos gratuitos

Patrick Söderlund confirmou que Star Wars Battlefront terá direito a mais conteúdos adicionais gratuitos além do já anunciado The Battle of Jakku.

Söderlund falou no pacote de conteúdos que chega dentro de duas semanas, intitulado The Battle of Jakku que apresenta dois novos mapas e um novo modo de jogo. Será uma forma de conhecer um dos novos cenários do próximo filme na série e o cumprir da promessa de conteúdos adicionais gratuitos.

Perante a sombra do controverso Passe de Temporada, a EA e o estúdio Sueco uniram-se para anunciar que os jogadores vão ter aquilo que mereciam - mais conteúdos sem pagar mais.

"Claro, também estamos a planear apoiar Star Wars Battlefront com novos conteúdos por muito tempo. Iremos adicionar mais daquilo que gostas no jogo, como novos mapas e Star Cards, de borla nos próximos meses, além de todo o conteúdo presente no Passe de Temporada. Teremos mais informações em breve."

Sobre o lançamento de Star Wars Battlefront, Söderlund agradeceu o apoio dos fãs que compraram o jogo e garante que este foi o maior lançamento digital na história da Electronic Arts.

"Em nome das nossas equipas no DICE e EA, quero agradecer-te por te teres juntado a nós nesta jornada incrível. E que começo! Star Wars Battlefront é o maior lançamento de sempre de um jogo Star Wars e o maior lançamento digital na história da EA."

Fonte: eurogamer.pt

Google aposta ainda mais em Star Wars e cria vídeos da saga em realidade virtual


A Força é forte na Google. Pelo menos esta é a indicação dada pela própria gigante norte-americana ao anunciar mais uma parceria com a Disney para a promoção do filme Star Wars: O Despertar da Força. A tecnológica ajudou a criar um conjunto de vídeos em realidade virtual que terão como objectivo aliciar ainda mais os fãs da saga para a estreia que acontece em Dezembro.

Os vídeos VR vão ficar disponíveis em todo o mundo a 2 de dezembro através da aplicação oficial Star Wars. Para poder ter a experiência completa deve ter também uns óculos de cartão ao estilo Google Cardboard.

Tanto a Google como a Disney não revelam grandes pormenores sobre o que os utilizadores vão poder encontrar nessa experiência. Certo é que as duas partes estão empenhadas na promoção do filme.

A Disney recorreu aos seus próprios meios para produzir os filmes de realidade virtual com grande foco nos efeios especiais, design e aspetos artísticos, salienta a empresa em comunicado.

Recorda-se que ainda no inicio da semana a Google decidiu adaptar os seus principais serviços à temática Star Wars dando ao utilizador a opção de ser juntar à Resistência ou à Primeira Ordem, o lado bom e negro da Força respectivamente. Mediante a escolha elementos como a barra de carregamento do Gmail ou do YouTube, assim como o Google Maps, são adaptados para cada pessoa.

Fonte: tek.sapo.pt

A Demanda do Têxtil ou Porque é que não há roupa SW para mulheres?

Mara "Jade" Beldroegas, a autora da Crónica
"Isto é legítimo, eu não quero comprar roupa na secção de homem, porque eu não sou um homem e quero roupa feminina, roupa que seja feita a pensar no meu corpo, roupa de que eu goste e que me fique bem."

Ainda há dias estive na Primark. Estava cheia, como era de esperar. Cheia de gente e cheia de artigos a abarrotar as prateleiras. Mas curiosamente, enquanto o meu namorado corria os expositores a colecionar artigos relacionados com Star Wars, eu fiquei a olhar com ar triste para a triste secção das mulheres. Não que a Primark não tenha artigos muito interessantes, já lá comprei coisas catitas, mas no que respeita a Star Wars parece haver uma conspiração internacional que dita que só os homens é que se podem divertir a preços razoáveis. 

Eu passo a explicar: na secção de mulher não havia uma única t-shirt enquanto que para homem havia várias, vários estilos, cores e feitios. Até havia uma com um desenho que muda de cor quando é exposto ao sol. Ora, da última vez que verifiquei, essa capacidade multicolor era apanágio da Barbie e das Princesas da Disney… Então porque motivo é que não há uma t-shirt super cor-de-rosa (ou cor-de-outra-coisa) com a Leia lá estampada alegremente a mudar de cor quando for para a praia?

Na verdade o problema é que não é um problema, são vários problemas. Não só não há material Star Wars related na secção de mulher das lojas convencionais, como não há material de Star Wars especialmente orientado para mulheres nas lojas convencionais. E quanto há, o que é raro, é mais caro… Vá-se lá saber porquê… Aliás, isto não é só com Star Wars, não, na Primark havia uma sweater dos Avengers para senhora, que custava 14,99, quando a sua homónima para homem custava 11,99. Sense, it makes none… 

Eu não percebo porque é que o universo parte do princípio que eu não vou querer roupa temática, é que as mulheres também foram crianças algures na sua vida, não são só os homens que viram desenhos animados e filmes de ficção científica… Mas vocês vão dizer, “ah e tal, porque não compras na secção de homem?” e eu respondo “ah e tal, porque não sou uma tábua de engomar e não me fica bem, porque não me serve, porque, sei lá, não quero!”. Isto é legítimo, eu não quero comprar roupa na secção de homem, porque eu não sou um homem e quero roupa feminina, roupa que seja feita a pensar no meu corpo, roupa de que eu goste e que me fique bem. Eu não quero ser obrigada a ter um guarda-roupa de peças rectangulares…


Eu até podia continuar a dizer que isto é resultado de uma cultura machista, que promove a sexualização da mulher, pelo que só lhe permite estilos de roupa que enfatizem os seus atributos, ou por outro lado, que é o reflexo de uma cultura patriarcal que relega a mulher para papéis de reprodutora e cuidadora e por isso não se pode divertir nem ter coisas divertidas… Mas eu nem quero discutir filosofia, política ou sociologia, eu só quero comprar uma t-shirt, uma t-shirt cor-de-rosa (nota: outras cores disponíveis), uma t-shirt sexy, uma t-shirt que no fundo até acaba por preencher os requisitos machistas e patriarcais acima apontados… 

É uma coisa que me ultrapassa, como é que as grandes lojas ainda não descobriram isso…

Por Mara "Jade" Beldroegas

Plugin bloqueia spoilers de novo filme de Star Wars no Chrome

O filme Star Wars: O Despertar da Força estreia dia 17 de Dezembro. Enquanto todos os fãs não têm possibilidade de ver o filme, é quase impossível fugir de spoilers ao navegar pela Internet. Para ajudar os utilizador da Internet, um plugin para o Chrome promete bloquear qualquer página que possa conter informações sobre o guião.

O Star Wars Spoiler Blocker vasculha todos os sites acessados pelo fã da série em busca de termos relacionados com o filme. Quando a extensão encontra um termo, uma notificação em tela cheia informa que a página acessada pode conter alguma informação indesejada. Com o alerta, um botão indica se quer continuar a carregar o conteúdo por sua conta e risco.

Extensão alerta para possíveis spoilers de "O Despertar da Força" (Foto: Reprodução/Chrome)

Evidentemente que o sistema de detecção não é perfeito e conta mais com a identificação de termos do que propriamente de spoilers. Desta forma, é possível que a extensão reaja a qualquer menção à franquia, o que pode incluir referências a filmes antigos, jogos ou mesmo notícias sobre o próprio plugin.

Neste momento a extensão só detecta palavras em inglês, mas como o nome da franquia geralmente não é traduzido, ela deve ser capaz de bloquear páginas em português sem qualquer problema. Entretanto, os sites que optarem pelo nome “Guerra nas Estrelas” não serão identificados, a não ser que usem outros termos relacionados.

Star Wars Galaxy of Heroes chega ao Android e iOS


A menos de um mês da estreia de Star Wars: O Despertar da Força e pouco depois do lançamento do novo jogo da franquia Batllefront, a EA voltou à carga e foi já disponibilizado para os sistemas Android e iOS o jogo Star Wars: Galaxy of Heroes.

Galaxy of Heroes é um jogo ao estilo RPG (Role-playing game) com elementos de estratégia que permitem formar um grupo com vários personagens da série, incluindo as duas trilogias lançadas até agora e alguns programas de TV. De acordo com John Salena, produtor executivo do jogo, a EA “criou um jogo para os fãs de Star Wars e RPG, onde se pode misturar e combinar as nossas personagens favoritas de todos os filmes e programas de TV, criando esquadrões de heróis de ambos os lados da Força”.


Na descrição do jogo nas lojas Google Play e App Store podemos ler que os jogadores podem tomar decisões tácticas e equipar os heróis com itens poderosos para ampliar o dano. Também será possível desbloquear habilidades de líder especiais para dar vantagens à equipa e usar golpes, como o Relâmpago da Força de Darth Sidious, a Fúria Wookiee de Chewbacca e outros. E os embates durante as missões épicas dão-se em locais icónicos da Saga como Hoth, Bespin, Tatooine, Coruscant e outros.


Os fãs de Star Wars já podem fazer o download de Galaxy of Heroes para Android e iOS gratuitamente (com possibilidade de compras in-app) sendo necessário ter 33MB de espaço na memória e a versão 4.1 ou superior do Android ou 80MB e o iOS 8 ou superior.

Festival de Ficção Científica e Fantasia- The Padawan Wars - 2 a 4 de Dezembro - Lisboa

O Festival de Ficção Científica e Fantasia - The Padawan Wars, irá decorrer na Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, durante os dias 2, 3 e 4 de Dezembro. 

Organizado por estudantes de Gestão Cultural, o Festival propõe uma reflexão de 3 dias sobre os géneros cinematográficos e literários que são a Ficção Cientifica e a Fantasia, com o objectivo de criar uma fusão entre o entretenimento e o teor académico que ambos os géneros oferecem. De acordo com o programa do evento irão ser abordadas obras como Harry Potter, Guerra dos Tronos, Senhor dos Anéis e, claro, Star Wars.

O programa será dividido em actividades, entre as 12h e as 14h no átrio da Faculdade, e um ciclo de conferências durante a tarde no Anfiteatro I, entre as 14h e as 18h, consoante os dias.

O dia dedicado a Star Wars será a 3 de Dezembro e contará com actividades da parte da manhã, tais como um inquérito que procura saber o interesse que a Ficção Científica e Fantasia desperta nos jovens e a sua importância como forma de escapismo, e a venda de merchandising dedicado a este mesmo tema. Da parte da tarde (16h-18h) o evento contará com conferências dadas por Adelaide Serras (Doutorada em Cultura Inglesa) e João Félix (Doutorado em Ficção Científica Americana).

Pretendendo proporcionar um período agradável ainda que com discussões pertinentes, a organização propõe-se a desmitificar a concepção de que FC e Fantasia são géneros "menores" e levar fãs, e o público em geral que desconhece ou não tem muito interesse por estas obras, a conhecê-las melhor.

(Programa)

Aproveitamos ainda para informar que o Festival de Ficção Científica e Fantasia - The Padawan Wars está à procura de cosplayers para participarem nas actividades de dia 2, 3 e 4 de Dezembro. Se gostam de cosplay e querem participar enviem uma mensagem para a página The Padawan Wars.

terça-feira, 24 de novembro de 2015

Google faz página em homenagem à abertura de 'Star Wars'

O Google fez nesta terça-feira (24), na sua página de pesquisas, uma homenagem a "Star Wars". Ao digitar no campo de pesquisas do navegador Chrome a frase "Há muito tempo, numa galáxia muito, muito distante", que marca a abertura de todos os filmes da saga, o usuário vê os resultados exibidos no mesmo formato dos famosos créditos iniciais dos filmes da franquia.

A versão original da frase – A long time ago in a galaxy far, far away – também funciona.

Ainda ontem, segunda-feira, a Google já havia anunciado um aplicativo que permite personalizar o navegador e outros aplicativos da empresa com os personagens e temas da saga.

"Quando soubémos que o Episódio VII [de 'Star Wars'] estava próximo, começámos a pensar em como a Google poderia prestar uma homenagem a essas histórias épicas", afirmou no lançamento Clay Bavor, vice-presidente de gestão de produtos da Google, no blog oficial da companhia. Clay disse ainda que a empresa está repleta de fãs de "Star Wars".

Quando souberam da nova sequência da saga, os funcionários começaram a trabalhar com a Lucasfilm e a Disney no desenvolvimento da página google.com/starwars, que deve ser visitada para activar a customização das aplicações da Google.

"A partir de hoje podem escolher o lado luminoso ou sombrio da Força e depois ver os vossos aplicativos favoritos do Google, como Gmail, Google Maps, YouTube, Chrome e muitos outros, transformarem-se para reflectir o vosso caminho", explicou Bavor.

O executivo acrescentou que haveria mais novidades até a estreia do filme, a 17 de Dezembro.

Fonte: g1.globo.com

segunda-feira, 23 de novembro de 2015

É fã de Star Wars? Experimente o lado luminoso ou negro da força no Google


A cerca de um mês da estreia do mais recente Stars Wars, o Google permite aos seus utilizadores personalizarem a aparência de uma série de aplicações do motor de busca. Há que escolher entre o lado da luz ou o lado negro da força para dar início à experiência e a partir daí o utilizador acorda o lado da força que escolheu para o acompanhar enquanto usa as apps.

Enquanto o episódio VII da saga não estreia em Portugal (17 de Dezembro), o Google convida os utilizadores a experimentarem o que é usar algumas appsenquanto seguidor do lado bom e do lado mau da força, optando por um ambiente Jedi ou Sith.

As apps que permitem a experiência Star Wars são a Android Wear, Google Chrome, Chromecast, Gmail, Inbox by Gmail, Google Agenda, Google Maps, Google Now, pesquisa, tradutor, Waze e YouTube. A opção está disponível para smartphones e tablets Android e iOS e portáteis Windows.

Foi criada uma página para fazer a escolha – google.com/starwars – e é nela que o utilizador escolhe um dos lados. Primeiro é necessário aceder à conta do Gmail para “usar o poder da Força”, escreve o Google. Iniciada a conta, o utilizador opta pelo lado da luz ou o negro e a partir a sua experiência de navegação com o motor de busca no Chromecast, Gmail, Google Maps começa. A empresa alerta que, com a excepção da pesquisa Google, do tradutor e do Waze, é necessário estar ligado ao Gmail.

O ambiente Star Wars não é activado de imediato, com o Google a admitir que pode levar algumas horas até ao acesso. Quando está operacional a funcionalidade, o Gmail passa a ter fundos inspirados na saga, a barra de progresso e de volume do YouTube aparece em formato sabre luminoso vermelho ou azul, consoante o lado escolhido, e no Google Maps, por exemplo, o marcador de posição assume o formato de uma nave TIE ou X-Wing.

Depois da experiência num dos lados da Força, o utilizador pode facilmente passar para o outro lado, bastando para isso arrastar o avatar para a posição que prefere e clicar em "juntar-se". Para desactivar o modo Star Wars, basta arrastar o avatar para o centro da ágina criada pelo Google. Caso o utilizado não desactivar a experiência, esta mantear-se-á até 1 de Fevereiro, altura em que a página deixará de funcionar.


domingo, 22 de novembro de 2015

Darth Vader nos videojogos: uma timeline visual!

Darth Vader é um dos vilões mais reconhecidos da história do cinema e a sua capacidade é praticamente incomparável. Mesmo antes de ir para o lado negro da força, a sua relação com os Jedi e com o seu mestre Obi-Wan já era bem problemática, marcada por uma rebeldia pouco característica nos Jedi.
Apesar de muitos jogos de Star Wars terem como personagem principal Luke ou qualquer outra personagem que não tenha más intenções a transpirar do próprio corpo, por vezes Vader consegue ocupar um espaço digno nos jogos. Jogável ou não, quando o Lorde Sombrio dos Sith está presente, podemos estar certos de que algo surpreendente vai acontecer. Vejam aqui uma timeline visual das participações do Lorde Darth Vader no mundo dos videojogos:

Star Wars: Jedi Arena (1983, Atari 2600)

Se apertarem bem os olhos para tentar entender o que acontece neste jogo, verão que Star Wars: Jedi Arena coloca Luke Skywalker num duelo mortal com sabres-de-luz contra um oponente anónimo. Apesar de nunca confirmarem se esse oponente era Vader, não é difícil assumir que ele é o dono dos pixels vermelhos no game. Procura no fundo da tua alma e saberás que é verdade.

Star Wars: The Empire Strikes Back (1985, Arcade)

Apesar de Vader estar camuflado no clássico para Atari, o vilão aparece com a sua máscara icónica completamente vectorizada na versão de Star Wars: The Empire Strikes Back para arcada. O Lorde Sombrio dos Sith também mostrava sua voz e suas respirações profundas através de áudios impressionantemente bons para a época.

Star Wars: The Empire Strikes Back (1992, Nintendo)

É necessário dominar muito bem a força para derrotar Vader na adaptação para a Nintendo de The Empire Strikes Back. O jogo se inspirou no filme de mesmo nome, mas Luke não perde o braço e o seu pai no fim apenas saía a "voar" enquanto dizia: "desta vez derrotas-te-me, mas não vais ter tanta sorte na próxima vez."

Star Wars Chess (1994, PC)

Não temos muito que dizer sobre a capacidade de liderança de Darth Vader, mas ele não subestimava a importância dos soldados para conquistar o Império - ou, no caso deste jogo de xadrez, dos peões.

Super Star Wars: The Empire Strikes Back (1993, Super Nintendo)

Como "boss final" de Super Star Wars: The Empire Strikes Back, Darth Vader usa a Força para jogar lixo em nós. Faz muito sentido poder usar "poderes mágicos" para vencer um inimigo, mas preferir só jogar lixo neles. Faz sentido, certo? Certo? Não? Ok.

Star Wars: TIE Fighter (1994, PC)

Um dos jogos Star Wars da década de 90 que mais consenso reuniu, TIE Fighter deixava os jogadores jogarem como o Império Galático pela primeira vez. E não vale desistir das lutas, porque os desertores são recompensados com um enforcamento "da força" executado pelo próprio Vader.

Star Wars: Masters of Teras Kasi (1997, PlayStation)

O jogo era esquisito, cheio de bugs, desequilibrado e tinha sabres de luz tão afiados quanto um aspargo cozido, mas este foi o primeiro jogo em que pudemos de facto jogar com Darth Vader - e com o Boba Fett, se isso vale algo. Curiosidade histórica: durante o desenvolvimento, milhões de jogadores testaram o jogo e odiaram, mas foram silenciados para que a LucasArts pudesse lançar o jogo a tempo do Natal.

LEGO Star Wars: The Video Game (Todos os sistemas possíveis)

O jogo da LEGO nos coloca ao controlo de Dart Vader assim que o conseguimos desbloquear como personagem jogável. Três fases do modo livre só podem ser acessadas usando o lado negro da força. Ele também podia enforcar inimigos com o uso da força até que eles se despedaçassem. Um jogo com visual infantil mas capaz de fazer as delícias dos fãs adultos.

Star Wars: Battlefront II (2006, PC, PlayStation 2, PSP, Xbox)

Apenas em Star Wars: Battlefront II pudemos experimentar pela primeira vez a maravilha que  é jogar com Darth Vader e enforcar os inimigos com o poder da Força. Talvez seja indicativo da nossa inclinação no universo Star Wars para o Ladro Negro da Força, mas andar pelos níveis a cortar vários Jedi é muito, muito divertido.

Soulcaliber IV (2008, PS3, Xbox 360)

Apesar de seu sabre de luz ainda funcionar mais como com um taco brilhante de baseball de brinquedo do que a arma verdadeiramente perigosa que desmembra pessoas, o segundo jogo de luta onde pudemos ver o Lorde Sombrio dos Sith funcionou muito melhor do que o seu primeiro jogo: Masters of Teras Kasi.

Star Wars: The Force Unleashed (2008, PS3, Xbox 360, Wii)

The Force Unleashed parecia ser o maior e melhor jogo de Vader de todos os tempos, mas, infelizmente, ele caiu na armadilha da própria ambição. Na verdade, o jogo só conseguiu destacar o quão horrível a vida do Lorde Vader era nesse período entre a trilogia nova e clássica.

Star Wars: The Force Unleashed II (PS3, Xbox 360, PC)

Para muitos o primeiro The Force Unleashed foi decepcionante, mas o segundo deixou ainda mais a desejar, o que é uma pena, porque sua história é incrível. A continuação do conto de Vader e do seu aprendiz secreto sofreu dos mesmos problemas dos episódios II e III: o jogo era basicamente uma história de amor em vez de um jogo no qual Anakin fazia coisas incríveis o tempo todo.

Kinect Star Wars (2012, Xbox 360)

Vermos Darth Vader a dançar com um sabre de luz é algo tão realista e relevante como vermos um golfinho a pilotar um avião. Em Kinect Star Wars é exactamente isso que temos: Vader a precisar de dominar a pista de dança - presumimos que isso seja necessário para que o Lorde Sombrio dos Sith possa salvar alguns Ewoks (ou a humanidade, já que estamos a falar de situações impossíveis).

Angry Birds Star Wars (2010, todas as plataformas)

O mundo (ou pelo menos os fãs de Star Wars) estavam bem expectantes em relação ao lançamento do jogo Angry Birds Star Wars. No entanto, o entusiasmo depressa deu lugar a outros sentimentos. E nem é que a mistura entre Star Wars e os "pássaros revoltados" não seja divertida, mas desde então já tivemos pelo menos mais 10 novas versões de Angry Birds. Será que eles não cansam?

Star Wars: Tiny Death Star (2013, mobile)

No jogo Tiny Death Star, Vader é tão pequeno que chega a ser fofinho. O jogo resume-se de forma bastante simples: o nosso objectivo é, basicamente, construir e melhorar aos poucos a Estrela da Morte para atrair novos residentes. O jogo é extremamente divertido e, se não se importarem com o fenómenos das microtransações, construir a nossa própria Estrela da Morte super fofinha até consegue ser bastante viciante.

Star Wars Battlefront (2015, PC, PS4 e Xbox One)

Em Star Wars Battlefront, Vader é o que sempre esperámos do vilão num videojogo: ele corta, golpeia e domina o ambiente de uma maneira tão encantadora que até o conseguimos perdoar de por acaso o encontrarmos num cenário onde a sua presença até nem faz sentido.
Fonte: br.ign.com

A Clone TV foi à Exposição do El Corte Inglês

A nossa colaboradora Mara "Jade" Beldroegas foi ao El Corte Inglês, situado em Lisboa, e trouxe-nos estas imagens da exposição que se encontra presente no 7º piso do Centro Comercial.

Recordamos que podem encontrar mais informação sobre a exposição no nosso site, no artigo "A Força Anda Por Aí Em Exposição". A exposição estará disponível até ao início de Janeiro no El Corte Inglês e a entrada é gratuita.

Qual o vosso coleccionável favorito dos que se encontram lá em exposição?
Clone TV 2015 | Alguns direitos reservados

Marinha dos EUA recria o trailer de Star Wars: O Despertar da Força

A tripulação do USS Dwight D. Eisenhower, porta-aviões da Marinha dos EUA, decidiu fazer sua própria versão do trailer final de Star Wars: O Despertar da Força.

Intitulado de “Sea Wars: The Ike Awakens” o vídeo é uma combinação perfeita de paródia e homenagem. As cenas que podemos ver foram todas filmadas no massivo navio e reproduzem quase na perfeição o trailer oficial. Se não acreditam em nós, vejam vocês mesmo aqui em baixo a versão final:

A Força despertou: novo filme de Star Wars já arrecadou US$50 milhões em bilheteira!

A apenas um mês da estreia Star Wars: O Despertar da Força já arrecadou mais de 50 milhões de dólares em bilheteira, só com as pré-vendas na América do Norte.

Isso é o dobro daquilo que o antigo detentor do recorde - o filme The Dark Knight Rises conseguiu fazer em 2012. Os bilhetes para as sessões IMAX representam um terço de todos os bilhetes vendidos. O filme que dará um novo impulso à saga criada por George Lucas, irá estrear em Portugal no dia 17 de Dezembro e no resto do mundo aproximadamente na mesma data.

No entanto, apesar dos resultados, há ainda muitos lugares disponíveis para o fim de semana de estreia, de acordo com sites de vendas de bilhetes. De qualquer forma, os resultados até ao momento deixam a Disney e a Lucasfilm numa situação que apesar de invejável não é menos complicada, já que há sempre a questão da gestão das expectativas. Muitos acreditam, contudo, que o Despertar da Força poderá bater o recorde de melhor estreia de sempre, propriedade neste momento do filme Mundo Jurássico que estreou em Junho de 2015.

sexta-feira, 20 de novembro de 2015

Achas que sabes tudo sobre Star Wars?


Achas que sabes tudo sobre Star Wars? Se a resposta a esta pergunta é um sim, então talvez queiras ponderar participar no Passatempo que está a decorrer na página oficial da Disney Portugal e que conta ainda com a colaboração da HP.

O passatempo, que decorrerá até dia 6 de Dezembro (inclusive) coloca os conhecimentos dos fãs à prova com dez questões e permite ganhar estes fantásticos prémios:


Se quiserem participar vão já a www.disney.pt/passatempos/star-wars-o-despertar-da-forca e não se esqueçam de consultar as bases legais do passatempo disponíveis aqui.

quinta-feira, 19 de novembro de 2015

George Lucas revela porque não deseja voltar a realizar um filme Star Wars


Depois de entregar as rédeas da série Star Wars à Disney, George Lucas falou do porquê de não desejar regressar à liderança de outro filme da série de ficção científica.

"Vais fazer um filme e tudo o que recebes são críticas", disse à Vanity Fair quando questionado do porquê de não regressar. "Isso não é divertido. Não podes experimentar coisas novas."

Depois de brincar dizendo que Jar Jar Binks seria a figura de Star Wars que gostaria mais de personificar, o realizador deixou claro que continua fortemente interessado na franquia: "É muito mais do que naves espaciais".

O realizador J.J. Abrams é quem carrega agora a responsabilidade máxima da série, com o sétimo episódio, em que é co-autor, Star Wars: O Despertar da Força, marcado para chegar aos cinemas a 17 de Dezembro de 2015.

Star Wars: O local onde os Stormtroopers se equipam!

Os balneários, de qualquer local que seja, raramente fazem parte do imaginário das pessoas. No entanto, facilmente muitos abrirão uma excepção para saber mais sobre o local onde os soldados imperiais se equipam! Afinal de contas,  até os soldados do Império precisam de um local para se vestir.

O site Wired.co.uk mostrou-nos exactamente esse sítio, com algumas imagens do 'balneário' dos Stormtrooper de Star Wars: O Despertar da Força. Vejam alguns dos exemplos em baixo:


Imagens via Wired

O designer dos uniformes para Star Wars: O Despertar da Força, Michael Kaplan, foi inspirado pela abordagem de design da Apple. "Com o tempo, na minha opinião, a simplicidade ocorre. Como os stormtroopers são rígidos, brancos e meios de plástico, os meus pensamentos foram para a Apple".

Este novo aspecto simplificado remonta ao uniforme original, sem cair num estilo ultrapassado. O processo utilizado para criar as novas peças também é novo. "Os Stormtroopers originais eram formados com vácuo. Esse processo exigia a utilização de plástico mais fino. Estes são muito mais rígidos, para não se partirem". Kaplan salienta ainda que o acréscimo de flexibilidade destes fatos deve-se à utilização de poliuretano, uma cadeia de unidades orgânicas unidas por ligações uretânicas.

Fonte: pt.ign.com